E-mail

contato@moreiranet.com

WhatsApp

44 991782235

quality
americana
SUA SAÚDE

O que fazer numa crise de ansiedade

SAIBA MAIS

20/09/2021 18h37
Por:
Fonte: TuaSaúde

O que se deve fazer durante uma crise de ansiedade depende da gravidade e da frequência dos sintomas e, por isso, o ideal é sempre receber aconselhamento de um psicólogo. No entanto, algumas dicas que podem ajudar a aliviar os sintomas da crise são:

  • Respirar lentamente, inspirando pelo nariz e expirando pela boca;
  • Beber um chá calmante, como chá de camomila, valeriana ou tília. Confira mais opções de chás calmantes;
  • Exprimir as emoções, ou seja, gritar e/ou chorar caso se tenha vontade, ou apenas conversar com alguém de confiança, para liberar as emoções;
  • Descansar e "desligar" a mente, evitando estímulos como ficar mexendo no celular ou assistindo televisão;
  • Fazer uma atividade física que se goste, pois ajuda a esquecer da situação que está causando ansiedade, além de aumentar a produção de neurotransmissores que ajudam a promover a sensação de bem estar e relaxamento;
  • Tomar o remédio SOS para ansiedade, caso se esteja fazendo tratamento orientado por um psiquiatra.

Quando a crise de ansiedade acontece pela primeira vez, ou quando não se tem a certeza se realmente se trata de uma crise de ansiedade, é importante ir ao pronto-socorro para descartar a possibilidade de outros problemas mais graves como infarto.

 

Caso as crises de ansiedade sejam muito frequentes, deve-se também procurar ajuda de um psicólogo, para identificar a causa das crises e desenvolver estratégias que ajudem a lidar com os momentos de maior ansiedade, de forma a que os sintomas desapareçam mais rápido.

Como diferenciar uma crise de ansiedade de um infarto

Existem algumas semelhanças entre os sintomas de uma crise de ansiedade e um infarto, por isso, é importante saber distinguir estes sintomas, de forma a evitar ficar ainda mais ansioso com a preocupação do que possa estar a acontecer.

Geralmente, durante uma crise de ansiedade, existe um motivo para que a pessoa tenha estes sintomas, como passar pelo término de uma relação, discutir com alguém, ou apresentar algo em público, por exemplo, e a dor no peito é menos intensa que numa situação de infarto. Além disso, passado algum tempo do início da crise de ansiedade, os sintomas vão desaparecendo, e o corpo começa a relaxar, enquanto que durante um infarto, os sintomas tendem a piorar ao longo do tempo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.